20 março 2017

[Resenha] Não Fale Com Estranhos


NÃO FALE COM ESTRANHOS
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 304
Skoob


SinopseO estranho aparece do nada e, com poucas palavras, destrói o mundo de Adam Price. Sua identidade é desconhecida. Suas motivações são obscuras. Mas suas revelações são dolorosamente incontestáveis.Adam levava uma vida dos sonhos ao lado da esposa, Corinne, e dos dois filhos. Quando o estranho o aborda para contar um segredo estarrecedor sobre sua esposa, ele percebe a fragilidade do sonho que construiu: teria sido tudo uma grande mentira?Assombrado pela dúvida, Adam decide confrontar Corinne, e a imagem de perfeitção que criou em torno dela começa a ruir. Ao investigar a história por conta própria, acaba se envolvendo num universo sombrio repleto de mentiras, chantagens e assassinatos.Intrigante e perturbador, Não Fale Com Estranhos é mais que um suspense de tirar o fôlego. É uma reflexão sobre o bem e o mal, o amor e o ódio, o certo e o errado, os segredos, as mentiras e as consequências devastadoras.




Não fale com estranhos” tem um título um tanto sugestivo, o que chamou minha atenção logo de cara. Quem nunca ouviu dos pais uma frase como esta?

Adam tinha uma vida perfeita! Uma família bem estruturada, uma esposa dedicada e dois filhos, Thomas e Ryan. Até que um dia um estranho o aborda, e fala que isso tudo é uma mentira: sua esposa guarda segredos e nem tudo é o que parece ser.




Pronto! Tudo desaba na vida de Adam. Sem conseguir se conter, ele vai atrás de informações e confronta a esposa, Corinne, que nega; porém, desaparece misteriosamente após isso, somente deixando uma mensagem que não a procure.

“Sabia que a sorte, a aleatoriedade e o caos tinham seus próprios planos e que cedo ou tarde a felicidade e a segurança se dissolveriam feito poeira no ar morno da primavera.”

A partir dessa parte do livro, Adam se empenha em descobrir quem era o estranho, quais suas pretensões com tudo isso? E o mais importante, onde está Corinne?

Adam começa a investigar e se depara com um cenário de mentiras, chantagens e assassinatos. 


A história é narrada em terceira pessoa, é fluída e envolvente. Não só acompanhamos a história de Adam, mas como de outras pessoas que também tiveram contato com “o estranho”.

“A verdade liberta, não é isso que as pessoas dizem? Talvez fosse isto que eu buscava inconscientemente desde o início.”

O livro é um triller psicológico instigante e não tem como parar até desvendar todas as pontas soltas da história. A capa é perfeita e a edição está impecável.

É incrível ver do que as pessoas são capazes para proteger o que é seu e Adam faz de tudo por sua família. Seu desenvolvimento durante a trama é nítido, ele aprende a lidar com as situações e se mantém firme por sua família.

Eu realmente gosto muito dos livros desse autor e esse não foi diferente. O final surpreendeu, mas achei um pouco corrido após toda trama que se desenvolveu. Mas nada que estrague.

Se recomendo? Com certeza! Temos aqui uma ótima aposta para os fãs de romance policial.

2 comentários:

  1. Adoro suspense, adoro o Harlan Coben. Esse ainda não li, mas já fiquei doida por ele.

    bjks

    ResponderExcluir
  2. Já li esse e super recomendo. Bom demais.
    A resenha ficou ótima.

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo